André do Rap entra na lista dos mais procurados da polícia de SP

De Redação Estadão | 13 de outubro de 2020 | 19:52

A Polícia Civil de São Paulo incluiu em sua lista de mais procurados o traficante André Oliveira Macedo, o André do Rap. Ele foi libertado por força de um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão acabou revertida, mas Macedo não foi mais localizado pelas autoridades, passando a ser considerado um foragido da Justiça.

A polícia paulista classificou André do Rap como um “contumaz no crime, membro de organização criminosa e apontado no Brasil como contato da máfia italiana Ndrangheta”. O informe lembra que ele deixou a cadeia no sábado, 10, mas no domingo, 11, foi emitida nova ordem para a sua prisão. “Desde então André é considerado procurado pela Justiça”, acrescenta o informe que acompanha a lista dos mais procurados.

Também nesta terça-feira, 13, a Polícia Federal pediu a inclusão de André do Rap na difusão vermelha da Interpol. A difusão vermelha é o alerta máximo da Organização Internacional de Polícia Criminal e limita os deslocamentos do alvo.

A busca pelo traficante está mobilizando as polícias em razão da sua considerada periculosidade. Ele foi preso em setembro do ano passado em Angra dos Reis, litoral fluminense, e era tido como liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC) no tráfico internacional de drogas para a Europa e África.

Investigadores acreditam que ele pode ter deixado o País, após a sua liberação da cadeia durante o fim de semana. Um destino considerado provável é o Paraguai, onde o PCC possui integrantes capazes de oferecer proteção e até novos esconderijos para o homem.

Marco Antônio Carvalho
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário