Após avançar com fala de Guedes, dólar desacelera para R$ 4,24 com leilão do BC

De Redação Estadão | 26 de novembro de 2019 | 11:28

O dólar desacelerou a alta para o patamar de R$ 4,24 na manhã desta terça-feira, 26, após o Banco Central anunciar leilão de venda de dólar à vista na esteira do salto do dólar às máximas até R$ 4,2694 (+1,30%) no mercado à vista e R$ 4,270 (+0,98) no contrato futuro de dezembro. A ação do Banco Central põe um limite à alta e vem após o ministro da Economia, Paulo Guedes, dizer que “é bom se acostumar com o câmbio mais alto e juro mais baixo por um bom tempo”, em entrevista em Washington na noite da segunda-feira, 25.

Às 11h17, o dólar à vista estava em alta de 0,71%, a R$ 4,2444.

O dólar futuro de dezembro subia 0,40%, a R$ 4,2455.

No leilão de venda à vista, já realizado, o BC vendeu dólares com taxa de corte de R$ 4,2320, abaixo do preço à vista e não informou o volume total de moeda negociado na operação.

Silvana Rocha
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.