Após vetar estímulos antes de eleição, Trump volta a falar em negociação

De Redação Estadão | 8 de outubro de 2020 | 11:40

Apenas dois dias após vetar negociações com a oposição antes das eleições em torno do novo pacote fiscal para os Estados Unidos, o presidente americano, Donald Trump, ressuscitou o tema nesta quinta-feira, 8, durante entrevista à emissora Fox Business. “É grande a chance de um pacote fiscal dar certo agora”, declarou o republicano, citando a possibilidade de ajuda de US$ 1.200 por pessoa, além de ajuda financeira a empresas aéreas.

De acordo com Trump, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, estaria interessada em um acordo amplo e as negociações teriam começado a “ficar produtivas”. “Voltamos a conversar”, afirmou o líder da Casa Branca.

Na última terça-feira, foi o próprio Trump quem decidiu enterrar a ideia de um novo pacote fiscal, considerado fundamental por economistas e pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para apoiar a retomada da economia americana. A ideia vem sendo discutida há meses no Congresso do país, mas governo e oposição não têm conseguido chegar a um acordo sobre o tamanho do projeto. Enquanto os democratas não abrem mão de US$ 2,4 trilhões em estímulos, os republicanos se recusam a ultrapassar o teto de US$ 1,6 trilhão.

A expectativa é que Nancy Pelosi e o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, conversem ainda nesta quinta sobre o impasse.

Eduardo Gayer
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário