Artesãos protestam por retorno da Feira do Largo

De lucianpichetti | 26 de julho de 2020 | 17:30
Feirinha do Largo da Ordem é suspensa. Foto: Divulgação

Feirantes e comerciantes protestaram em frente ao Cavalo Babão, na Praça Anita Garibaldi, na manhã deste domingo (26). Eles querem o retorno da tradicional Feira do Largo da Ordem, suspensa há mais de quatro meses, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Os artesãos afirmam que estão sem trabalhar há 120 dias. O grupo quer uma reunião com a administração municipal e com Secretaria de Saúde para debater a questão.

Impasse

Os feirantes cobram da prefeitura a revisão do decreto 940/2020, publicado no último dia 21. Ele autoriza o funcionamento de feiras livres, de segunda a sexta-feira, sem restrição de horário, e com proibição aos finais de semana. Já as 19 feiras de artesanato, entre elas a do Largo – que só funcionam aos sábados e domingos – permanecem sem previsão de retorno.

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Curitiba informa que a suspensão do funcionamento da Feira do Largo da Ordem segue as normas sanitárias definidas em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus. Pelo Decreto Municipal nº 940, as atividades não essenciais ficam proibidas de funcionar aos fins de semana.

Feira online

Para ajudar os feirantes do Largo da Ordem, a prefeitura lançou em abril um portal na internet para os artesãos divulgarem os seus produtos. O site foi criado em conjunto com o Instituto Municipal de Turismo. Hoje, 1.750 comerciantes utilizam a feira digital.

Deixe um comentário