Artistas e personalidades se manifestam sobre morte de Moraes Moreira

De Redação Estadão | 13 de abril de 2020 | 12:59

Artistas e personalidades lamentaram a morte de Moraes Moreira, nesta segunda-feira, 13. O cantor e compositor tinha 72 anos e a causa da morte foi um enfarte. O jornalista e escritor Xico Sá lembrou que Moreira era um cordelista e que fez um folheto sobre a pandemia do novo coronavírus. Sá reproduziu uma estrofe: “até aceito a Polícia /
Mas quando muda de letra / E se transforma em milícia / Odeio essa mutreta / Pra combater o que alarma / Só tenho mesmo uma arma / Que é a minha caneta”.

O músico e apresentador Luiz Thunderbird lembrou do show que Moreira apresentou no Festival de Águas Claras. “Inesquecível show que assisti no Festival de Águas Claras, ele, o violão, nos entretendo por duas horas. Vai sereno, Moraes”, escreveu.

A cantora Gaby Amarantos relembrou da música Sintonia. “Obrigado por tanta música e criatividade”, agradeceu a artista paraense.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário