'Às vezes sinto pena das pessoas não lutarem pela sua felicidade', diz Gretchen

De Redação Estadão | 4 de outubro de 2020 | 19:14

Gretchen se manifestou neste domingo, 4, a respeito de um texto, com o qual concordou, que tratou do 18º casamento dela. A cantora trocou alianças com o músico Esdras de Souza no dia 30 de setembro, em Belém, no Pará, em uma cerimônia às margens de um rio.

No Instagram, a artista compartilhou um texto do escritor João Carlos Pereira, no qual ele afirma que o casamento dela revelou “a cara feia da inveja, do despeito e do preconceito, tudo junto e misturado”.

Sobre os diferentes casamentos da cantora, ele faz uma comparação com a atriz Elizabeth Taylor, que teve oito maridos “contando que Richard Burton representou idêntico papel, de modo oficial, duas vezes”.

Na publicação, Gretchen agradeceu Pereira por vê-la “exatamente” como ela é, além de ter retratado “tudo que sou, tudo que penso, tudo que sinto e tudo que acredito”. “Infelizmente, o ser humano em geral não tem essa percepção”, disse a cantora.

“Às vezes sinto pena das pessoas não lutarem pela sua felicidade e usarem dessa falta de coragem para me atacar. Não tem problema. Eu sou costa larga, como se diz popularmente. Estou acostumada com as chibatadas da vida. Aprendi a não sentir dor. Pelo contrário, aprendi a levantar com mais força ainda quando sou jogada no chão pelos açoites”, escreveu ela.

No fim de 2017, Gretchen negou ter se casado 17 vezes. “Eu, Maria Odete Brito de Miranda Marques, casei uma vez”, afirmou, mas sem dizer com qual foi casada realmente.

A celebração com Esdras de Souza teve as duas filhas do músico como damas de honra. Ele a recebeu no altar tocando saxofone e ganhou um bolo de aniversário no formato do instrumento, porque completou mais um ano de vida no mesmo dia do casório.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário