Biden eleva prazo de moratória para proprietários rurais

De Redação Estadão | 21 de janeiro de 2021 | 09:13

Em um de seus primeiros atos no cargo, o novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) que estenda o período de perdão de dívidas e suspensão de despejos ou execução hipotecária para áreas rurais.

As ações anunciadas nesta quinta-feira (21) trarão alívio aos residentes das áreas rurais, garantindo empréstimos imobiliários diretos do programa de Habitação Familiar do USDA (SFHDLP e SFHGLP) até 31 de março de 2021.

O USDA reconhece que a pandemia de covid-19 desencadeou uma crise de acessibilidade habitacional quase sem precedentes nos Estados Unidos. Segundo comunicado do departamento, além das medidas tomadas, a administração Biden espera trabalhar com o Congresso para tomar ações mais “robustas e agressivas” para trazer alívio adicional às famílias americanas e indivíduos prejudicados pela pandemia.

Os credores rurais devem continuar a fornecer alívio aos mutuários afetados de acordo com a Lei Cares, oferecendo tolerância ao pagamento do empréstimo garantido do mutuário por até 180 dias. Não serão cobradas taxas, multas ou juros neste período, informa o governo dos EUA.

Marcela Guimarães
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.