Bolsas da Europa fecham na maioria em alta moderada com dado da indústria

De Redação Estadão | 14 de outubro de 2020 | 13:39

As bolsas da Europa fecharam majoritariamente nesta quarta-feira, 14, com ganhos moderados, em dia marcado por dado positivo referente à produção industrial da zona do euro. O bom humor, contudo, foi contido por preocupações a respeito da segunda onda de casos de coronavírus no continente. O índice pan-europeu Stoxx 600, que reúne as principais ações da região, encerrou com leve baixa de 0,09%, a 370,62 pontos.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 cedeu 0,58%, a 5.935,06 pontos. Os negócios britânicos foram pressionados pelo fortalecimento da libra, que torna as grandes empresas de exportação menos atraentes. O desempenho da divisa foi resultado de um renovado otimismo com as negociações por um acordo comercial entre Reino Unido e União Europeia para o período subsequente ao Brexit, a saída do país insular do bloco europeu.

O primeiro-ministro Boris Johnson havia sinalizado que, se um entendimento não fosse firmado até esta quinta-feira, Londres abandonaria as conversas. Uma reportagem da Bloomberg, no entanto, revelou que diplomatas ingleses pretendem dar sequência às discussões depois do prazo. Se não for firmado um tratado, a separação corre o risco de ser oficializada em 1º de janeiro de 2021 sem um pacto para regular o comércio entre as duas partes.

Em Paris, o CAC 40 registrou variação negativa de 0,12%, a 4.941,66 pontos. A ação da Airbus (-2,40%) liderou as perdas, prejudicada pela perspectiva de que o avanço recente no número de infecções por covid-19 force uma nova rodada de restrições de circulação, ameaçando assim a recuperação do setor de aviação.

Nas demais praças, prevaleceu certo otimismo depois que a Eurostat, agência de estatísticas da UE, divulgou que a produção industrial da zona do euro cresceu 0,7% em agosto ante julho, numa indicação de que continuou se recuperando dos efeitos da pandemia de coronavírus, ainda que em ritmo bem mais fraco do que nos meses anteriores. Com isso, em Frankfurt, o DAX avançou 0,07%, a 13.028,06 pontos, enquanto, em Milão, o FTSE MIB subiu 0,25%, a 19.607,73 pontos.

Nos mercados ibéricos, o Ibex 35, de Madri, ganhou 0,60%, a 6.916,60 pontos, e o PSI 20, de Lisboa, aumentou 0,34%, a 4.300,30 pontos.

André Marinho
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário