Bolsas de NY fecham com ganhos reduzidos em meio a ruídos sobre pacote fiscal

De Redação Estadão | 8 de outubro de 2020 | 18:06

As bolsas de Nova York fecharam o pregão em alta nesta quinta-feira, 8, mas reduziram ganhos à tarde após a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, ter recusado uma proposta de estímulo fiscal menos abrangente, que beneficiaria apenas companhias aéreas. Ações do setor de energia foram destaque de valorização, em um dia de rali do petróleo.

O índice acionário Dow Jones subiu 0,43%, a 28.425,51 pontos, o S&P 500 avançou 0,80%, a 3.446,83 pontos, e o Nasdaq registrou alta de 0,50%, a 11.420,98 pontos.

“As ações abriram em alta. O sentimento positivo do mercado está aumentando esta manhã com a especulação de que um estímulo fragmentado, se não mais, pode estar próximo”, escreveram analistas da corretora americana LPL Financial no começo da sessão. Logo depois, entretanto, Pelosi disse em uma entrevista coletiva que não aceitaria um pacote fiscal menor. “Queremos um pacote completo, não um projeto reduzido”, afirmou a democrata.

No final da tarde, um porta-voz de Pelosi informou que ela e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, conversaram por telefone sobre a possibilidade de haver entendimento por estímulos abrangentes à economia. “O secretário deixou claro o interesse do presidente Donald Trump em chegar a tal acordo”, escreveu Drew Hammill em sua conta oficial no Twitter.

Durante o dia, diversos dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) enfatizaram, mais uma vez, a necessidade de apoio adicional do governo à atividade econômica. “Espero que, seja quem for eleito, vá ao Congresso e aprove um grande pacote fiscal”, declarou Eric Rosengren, presidente da distrital de Boston. Um termômetro da tendência de recuperação da economia dos EUA, os pedidos semanais de auxílio-desemprego caíram 9 mil, a 840 mil, mas a previsão de analistas era de que recuasse a 825 mil.

Na visão do analista Boris Schlossberg, da BK Asset Management, as ações também subiram hoje em reação ao debate realizado ontem entre os candidatos a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris (democrata) e Mike Pence (republicano), “pois nenhum dos candidatos deu um golpe decisivo e os investidores em ações continuaram a apostar na vitória de Biden e na perspectiva de um grande estímulo fiscal”.

O subíndice do setor de energia liderou os ganhos (+3,78%) no S&P 500 hoje, em um dia de rali do petróleo. A commodity energética foi impulsionada pelo avanço do furacão Delta pelo oeste do Golfo do México, em direção ao sudoeste da Louisiana, nos EUA, o que pode reduzir a produção. Com isso, as ações da petroleira Chevron subiram 1,95%. Já os papéis do Citi recuaram 0,27%, após o banco americano ter sido multado ontem por reguladores e advertido pelo Fed sobre sua gestão de riscos.

Iander Porcella
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.