Bolsas europeias fecham em alta com otimismo comercial, de olho em PMIs

De Redação Estadão | 4 de dezembro de 2019 | 15:23

As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, 4, em meio ao renovado otimismo no mercado internacional sobre as negociações entre Estados Unidos e China para a assinatura da chamada “fase 1” do acordo comercial sino-americano. Agentes também acompanharam dados de atividade de países da região.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,23%, a 403,20 pontos.

O apetite por risco no exterior foi impulsionado nesta manhã por uma informação da Bloomberg, apurada com fontes, de que Washington e Pequim estariam mais próximos de chegarem a um entendimento sobre o volume de tarifas que seriam retiradas no acordo preliminar, apesar das tensões relacionadas a Hong Kong e Xinjiang.

Além disso, o presidente americano, Donald Trump, voltou a declarar hoje que as negociações sino-americanas estão “indo muito bem”, após ter sinalizado ontem que o acordo poderia ficar para depois das eleições presidenciais dos EUA em 2020. Trump participava desde ontem da cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Em relação aos indicadores do Velho Continente, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro ficou em 50,6 em novembro, mesmo nível de outubro, mas acima da leitura prévia de 50,3.

O PMI composto da Alemanha, por sua vez, subiu de 48,9 em outubro para 49,4 em novembro. Já o PMI de serviços do Reino Unido caiu de 50 em outubro para 49,3 em novembro, mas ficou acima da projeção de 48,6.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 encerrou o pregão em alta de 0,42%, a 7.188,50 pontos. As ações da Antofagasta subiram 2,53% e as da British Land Company, 2,45%.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 1,16%, a 13.140,57 pontos. Os papéis da Bayer obtiveram ganho de 2,44% e os do Deutsche Bank, de 2,21%.

O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, subiu 1,27%, a 5.799,68 pontos. Airbus avançou 3,16% e Societe Generale, 3,07%.

Na Bolsa de Milão, o índice FTSE-MIB registrou ganho de 1,31%, a 23.034,20 pontos. Intesa Sanpaolo registrou ganho de 2,05% e UniCredit, de 1,92%.

Em Madri, o índice IBEX-35 fechou em alta de 1,48%, a 9.270,80 pontos. E na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 avançou 1,72%, a 5.124,40 pontos.

Iander Porcella
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.