Bolsonaro diz ter pedido a ministro da Educação para preparar volta às aulas

De Redação Estadão | 17 de setembro de 2020 | 20:56

O presidente Jair Bolsonaro disse que pediu ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, para se preparar para o retorno às aulas, interrompidas por conta da pandemia do novo coronavírus. Bolsonaro voltou a repetir que o País é que o está há mais dias sem aulas.

“Hoje mandei mensagem até para o ministro Milton, da Educação, que se preparar, começar a orientar, já que a decisão não é nossa, essa orientação é dos governadores e prefeitos para que se volte às aulas no Brasil. É inadmissível, perdemos o ano letivo”, disse durante live semanal no Facebook.

Mais cedo, o ministro da Educação afirmou que a pasta irá distribuir R$ 525 milhões a escolas para preparar o retorno às aulas. Ribeiro disse que o valor deve beneficiar 116,75 mil escolas públicas e 36,85 milhões de alunos.

A ideia, segundo ele, é que o recurso sirva para a compra de produtos de higiene desinfecção e reformas das unidades de ensino. A pasta ainda promete lançar um protocolo de biossegurança, como já foi elaborado para a educação superior.

Sindicatos

Bolsonaro também criticou sindicatos de presidentes e afirmou que quase todos são compostos por um pessoal de “esquerda radical”. “Para eles está muito bom ficar em casa. Por dois motivos: primeiro que para eles, do sindicato, não trabalha, fica em casa; e outro colabora para que a garota não aprenda mais coisas.”

Marlla Sabino, Emilly Behnke e Daniel Galvão
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário