Botafogo-SP marca no fim, vence a Ponte Preta e esboça reação na Série B

De Redação Estadão | 8 de dezembro de 2020 | 21:40

Com um gol de Wellington Tanque aos 43 minutos do segundo tempo, o Botafogo-SP se manteve vivo na luta contra o rebaixamento ao vencer a Ponte Preta, por 2 a 1, nesta terça-feira, no estádio Santa Cruz, pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar de encerrar um jejum de oito jogos, o Botafogo não deixa a penúltima colocação, com 23 pontos. Por outro lado, a Ponte Preta perdeu a chance de encostar no G-4, a zona de acesso à primeira divisão, com 40 pontos.

Os dois times precisavam da vitória, mas o Botafogo começou mais atento e marcou logo aos nove minutos. A defesa da Ponte rebateu mal a falta cobrada para dentro da área e a bola caiu nos pés de Guilherme Romão, que dominou e mandou no canto de Ygor Vinhas.

Em vantagem, o Botafogo chamou a Ponte para seu campo e apostou no contra-ataque. Apesar de ter quase 60% da posse de bola, o time campineiro não conseguia criar e abusava dos cruzamentos para os baixinhos Guilherme Pato e Apodi. Melhor para a defesa tricolor, que segurou a vitória parcial.

A Ponte voltou mais ofensiva com as alterações feitas por Marcelo Oliveira e, depois de assustar em chute de Luis Oyama, alcançou o empate aos 20 minutos. Apodi recebeu de Neto Moura e cruzou na medida para João Veras cabecear no canto esquerdo de Darley.

O empate deixou a partida aberta, com os dois times buscando a vitória. Wellington Carvalho assustou ao desviar escanteio cobrado por Guilherme Lazaroni e Valdemir respondeu em chute que explodiu na trave de Ygor Vinhas.

O técnico Moacir Júnior se preparava para substituir o atacante Wellington Tanque, mas foi, justamente, ele quem marcou o gol da vitória. Após o escanteio cobrado pelo lado direito, Tanque subiu bem alto e testou firme no ângulo esquerdo de Vinhas. A vantagem do Botafogo foi conquistada aos 43 minutos. A partir daí, não houve mais nada, além do desespero pontepretano.

O Botafogo volta a campo no próximo domingo, contra o Náutico, às 18h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Na sexta-feira, a Ponte Preta recebe o Avaí, às 19h15, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos são válidos pela 28ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO-SP 2 x 1 PONTE PRETA

BOTAFOGO-SP – Darley; Valdemir, Robson, Walisson Maia e Guilherme Romão; Jonata Machado, Raniele e Matheus Anjos (Bady); Rafinha (Ronald), Wesley Pionteck (Cássio Ortega) e Wellington Tanque (Judivan). Técnico: Moacir Júnior.

PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Léo Pereira (Moisés), Wellington Carvalho, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Dawhan (Luis Oyama), Neto Moura (Pedrinho) e Camilo (Matheus Peixoto); Apodi, Guilherme Pato (Luan Dias) e João Veras. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS – Guilherme Romão, aos nove minutos do primeiro tempo. João Veras, aos 20, e Wellington Tanque, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Valdemir e Robson (Botafogo); Ruan Renato (Ponte Preta).

ÁRBITRO – Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.