Brad Pitt aprova cardápio vegano no Globo de Ouro; 'carne servida nunca é boa'

De Redação Estadão | 9 de janeiro de 2020 | 12:25

Brad Pitt falou sobre a decisão da organização do Globo de Ouro de adotar um cardápio vegano na premiação. Em entrevista para a Associated Press, o ator disse ser favorável à mudança. “Eu sou a favor (da decisão), faz sentido porque todo mundo pode comer comida vegana, mas nem todo mundo pode comer carne”, disse.

O ator aproveitou para brincar com a qualidade gastronômica da premiação: “a propósito, quando eles fazem carne nunca é boa. E eles adoram fazer peixe, o que eu não entendo porque depois todo mundo fica andando com hálito de peixe”.

Segundo a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, responsável pelo Globo de Ouro, a iniciativa buscou chamar atenção para a causa e para um consumo consciente. “A comida que comemos, a forma como cultivamos a comida que comemos, a forma como dispomos da comida são alguns dos maiores contribuintes da crise climática”, disse o presidente da associação, Lorenzo Soria.

Brad Pitt ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante por sua atuação em Era Uma Vez… Em Hollywood, do diretor Quentin Tarantino. O filme também levou o prêmio de melhor roteiro de cinema.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais

João Pedro Malar*
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.