Brasil registra 1.346 mortes por coronavírus em 24h; total de óbitos vai a 81.597

De Redação Estadão | 21 de julho de 2020 | 20:34

Segundo país do mundo com mais contaminados e mortos pelo novo coronavírus, o Brasil registrou nesta terça-feira, 21, mais de mil óbitos pela doença. Foram 1.346 novas mortes e mais 44.887 casos confirmados de infecção em 24 horas, segundo dados do levantamento realizado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

No total, 81.597 vidas já foram perdidas por causa da covid-19 e 2.166.532 pessoas foram infectadas. O País contabilizou mais de 100 mil novos casos em apenas quatro dias. Nos últimos sete dias, o Brasil registrou uma média diária de 1.048 óbitos por covid-19.

O Brasil é a segunda nação do mundo com maior número de casos e mortes por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem 3,8 milhões de infecções confirmadas e 141 mil óbitos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

O país retomou nesta terça o patamar de mais de 40 mil infecções e mais de mil mortes, como ao longo da semana passada.

O Estado de São Paulo chegou a 20.171 mortes por novo coronavírus nesta terça-feira, das quais 383 foram registradas nas últimas 24 horas. O número de casos confirmados é de 422.669, um acréscimo de 6.235 casos.

O Rio de Janeiro é o segundo Estado com mais vítimas fatais (12.293). Em terceiro vem o Ceará (7.305). Na sequência estão: Pernambuco (6.089), Pará (5.581), Amazonas (3.169), Bahia (2.936), Maranhão (2.778), Minas Gerais (2.071) e Paraíba (1.558).

Em plena pandemia da covid-19, o Ministério da Saúde completou 67 dias sem chefe titular nesta terça-feira, 21. A pasta mais uma vez deixou de fazer a entrevista coletiva para prestar esclarecimento sobre as ações relacionadas ao combate da covid-19.

Consórcio de veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação, que uniram forças para coletar junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgar os números totais de mortos e contaminados. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia.

O órgão informou, no início da noite desta terça-feira, que o Brasil contabilizou 1.367 óbitos e mais 41.008 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, no total são 81.487 mortes e 2.159.654 casos confirmados pelo coronavírus. O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Sandy Oliveira
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário