Brasil registra média móvel diária de 499 mortes por covid-19

De Redação Estadão | 13 de outubro de 2020 | 20:17

O Brasil contabilizou média móvel diária de 499 óbitos por covid-19 nesta terça-feira, 13. A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana.

Conforme dados do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, o País teve 12.220 novos casos e 354 novos óbitos nas últimas 24 horas. No total são 5.114.823 pessoas contaminadas e 151.063 mortas em decorrência do novo coronavírus desde o início da pandemia. Já o balanço do Ministério da Saúde aponta para 4.526.975 brasileiros recuperados da doença e outros 435.655 em acompanhamento.

Em número de contaminados, o Brasil continua como o terceiro país mais afetado pela pandemia, de acordo com contagem da Universidade Johns Hopkins. Está atrás de Estados Unidos e Índia, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País se mantém na vice-liderança.

O Estado de São Paulo, que tem os maiores números absolutos da covid-19 no País, registrou 1.039.029 casos e 37.314 óbitos nesta terça. Em 24 horas, foram contabilizados 685 casos confirmados e 35 mortes. De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, 928.292 pessoas se recuperaram da doença, sendo que 114.240 foram internadas e já tiveram alta hospitalar.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

De acordo com o Ministério da Saúde, 10.220 novos casos de covid-19 e 309 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva o total para 5.113.628 pessoas infectadas e 150.998 que perderam a vida por conta da doença no País. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Marcela Coelho
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário