'Brasileiro amadureceu', diz Juliana Paes sobre trama de Ivana

De Redação Estadão | 15 de setembro de 2020 | 19:25

“Talvez seja uma das tramas que mais vai repercutir de um jeito diferente. Acho que o brasileiro amadureceu nesse aspecto. Travou-se ao longo desses anos muitas batalhas nas redes sociais para que a gente falasse sobre esses tabus. É um público que vai estar com olhos diferentes para essa questão. Assim eu espero”, comentou Juliana Paes.

Mariana Xavier opinou: “As obras sinalizam o pensamento daquele tempo. Esse processo que a gente está vivendo de desconstrução de preconceitos, consciência, é infinito, interminável. É bom que incomode, sinal de que a gente evoluiu nesse sentido.”

“Ao mesmo tempo que a gente teve conquistas consideráveis nos últimos anos, a gente também teve uma onda de conservadorismo absurda vindo com força. Fico me perguntando como vai ser a reação desse público a essa novela”, continuou a atriz que deu vida a Biga em A Força do Querer.

Já Dandara Mariana afirmou que “nosso olhar vai caminhando de acordo com a época. Com o que está acontecendo politicamente, nosso olhar muda. Não sei em 2020 como o público reagiria a uma história como a da Ivana”.

Conhecida pelas campanhas sociais que encampa em suas tramas, a autora Gloria Perez usou A Força do Querer para dar visibilidade à questão de identidade de gênero por meio de duas figuras centrais: a travesti Elis Miranda (Silvero Pereira) e Ivana/Ivan (Carol Duarte).

Uma das cenas mais marcantes se deu quando Ivan revelou a transexualidade à família: “Vocês não tiveram uma filha, eu nasci menino. Passei a vida toda brigando com meu corpo”. Clique aqui para entender a linha do tempo do personagem ao longo da trama.

A Força do Querer foi exibida originalmente em 2017, e volta ao ar na segunda-feira, 21 de setembro, substituindo Fina Estampa. Por conta da pandemia do novo coronavírus, estão sendo exibidas reprises antes da volta de Amor de Mãe.

André Carlos Zorzi
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário