Brexit: Britânicos chegam a Bruxelas em potencial tentativa de acordo com a UE

De Redação Estadão | 6 de dezembro de 2020 | 11:29

Negociadores britânicos chegaram a Bruxelas (Bélgica) neste domingo (6), o que é potencialmente a última tentativa de se chegar a um acordo com a União Europeia (UE) sobre o Brexit, saída do Reino Unido do bloco.

Com menos de quatro semanas restantes antes da data-limite de 1º de janeiro, os negociadores podem ter menos de 48 horas para conseguir um avanço. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avaliarão na segunda-feira (7) se há algum sentido em continuar as negociações.

Embora o Reino Unido tenha deixado a UE em 31 de janeiro, ele permanece dentro do mercado único livre de tarifas e da união aduaneira do bloco até 31 de dezembro. Chegar a um acordo comercial poderia garantir que não haja tarifas comerciais sobre bens exportados ou importados pelos dois lados, embora ainda houvesse custos técnicos, como controles alfandegários e barreiras não tarifárias aos serviços.

Ao chegar em Bruxelas, o principal negociador do Reino Unido, David Frost, afirmou: “vamos ver o que acontece”. Há uma perspectiva cada vez mais sombria de que um avanço poderia ser alcançado em todos os pontos pendentes.

A reunião foi autorizada após um telefonema entre von der Leyen e Johnson no sábado, no qual os dois líderes observaram que as diferenças fundamentais entre os dois lados permanecem sobre “igualdade de condições”. Por exemplo, como as futuras disputas serão resolvidas e sobre os direitos de pesca de arrastão da UE nas águas do Reino Unido.

Mesmo assim, ambos disseram que “esforços adicionais devem ser realizados por nossas equipes de negociação para avaliar se eles podem ser resolvidos”. Johnson e von der Leyen disseram que conversariam novamente e sublinharam que nenhum acordo será viável se essas questões não forem resolvidas.

A velocidade agora é essencial, uma vez que os estados membros da UE têm que aprovar por unanimidade qualquer acordo. O negociador-chefe da UE, Michel Barnier, foi convidado para uma reunião na manhã de segunda-feira com os embaixadores da UE, enquanto os 27 países do bloco querem entender quais são as chances de chegar a um acordo antes que os líderes da UE cheguem a Bruxelas.

Com o período de transição pós-Brexit do Reino Unido prestes a terminar, as discussões estão claramente em um ponto crítico, principalmente por causa das aprovações necessárias exigidas de ambos os lados. Sem um acordo em vigor, as tarifas acabarão sendo impostas aos produtos comercializados no início de 2021.

(Com Associated Press)

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.