Campanha de Trump aponta supostas irregularidades na contagem de votos na Geórgia

De Redação Estadão | 5 de novembro de 2020 | 08:12

A campanha à reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu à Justiça que os funcionários eleitorais da Geórgia sigam a lei de armazenamento e contagem de ausentes na eleição presidencial. O objetivo da campanha do republicano é apontar supostas irregularidades na contagem de votos no Estado – um dos relevantes para a vitória no Colégio Eleitoral e que ainda não têm uma definição de resultado. Nesta quarta-feira, dia 4, Trump pediu a paralisação da contagem de votos no Michigan e na Pensilvânia, além de ter solicitado a recontagem dos votos no Wisconsin. Fonte: Associated Press.

Adriana Ferraz e Bruno Ribeiro COLABOROU PAULA REVERBEL
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário