Chelsea aproveita falhas de De Gea, vence e está na final da Copa da Inglaterra

De Redação Estadão | 19 de julho de 2020 | 17:16

Facilitado pelas falhas de David de Gea, o Chelsea se classificou à final da Copa da Inglaterra ao derrotar o Manchester United por 3 a 1, neste domingo, no estádio de Wembley, que não teve a presença de público em função das medidas adotadas para evitar a propagação do coronavírus.

Assim, o Chelsea voltará ao estádio em 1º de agosto para fazer uma final londrina contra o Arsenal, que no sábado superou o Manchester City por 2 a 0. Será a terceira decisão da Copa da Inglaterra entre os dois clubes, sendo que o Arsenal ganhou ambas, nas temporadas 2001/2002 e 2016/2017.

O primeiro erro de De Gea ocorreu aos 56 minutos da etapa inicial ao empurrar a bola para dentro do próprio gol ao tentar defender o toque de Olivier Giroud completando cruzamento de Cesar Azpilicueta. E logo no primeiro minuto da etapa final, o goleiro voltou a falhar, dessa vez ao não defender o chute rasteiro, da intermediária, de Mason Mount.

Curiosamente, De Gea não costuma ser o goleiro do Manchester United na Copa da Inglaterra, competição em que Sergio Romero é o escalado, tanto que não atuava no torneio desde a final de 2018, quando o seu time perdeu exatamente para o Chelsea.

O United ainda faria um gol contra, aos 29, com o capitão Harry Maguire acidentalmente desviando uma finalização de Antonio Rudiger. O time de Manchester ainda teve o seu 19º pênalti nesta temporada, quando Martial foi derrubado na grande área por Callum Hudson-Odoi, sendo convertido por Bruno Fernandes aos 40 minutos. Não impediu, porém, o fim de uma série invicta de 19 jogos do Manchester United.

A partida também ficou marcada por um susto no primeiro tempo, quando Bailly, do time derrotado, teve um choque de cabeça com Maguire. Ele sangrou na cabeça, precisou de auxílio para respirar e foi retirado de maca, imobilizado.

O placar de 3 a 1 coloca o Chelsea em uma final logo na primeira temporada sob o comando de Frank Lampard, em uma possibilidade bem mais real de título do que na Liga dos Campeões, pois o time perdeu o primeiro duelo das oitavas de final contra o Bayern de Munique por 3 a 0.

Já a Ole Gunnar Solskjaer resta buscar uma taça através da Liga Europa para o United, que também busca uma vaga na Liga dos Campeões pelo Campeonato Inglês, assim como o Chelsea.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário