Cidadãos de Cuba poderão usar internet livre em casa

De Redação Estadão | 30 de maio de 2019 | 06:10

Cuba permitirá que seus cidadãos importem tecnologia que lhes permita capturar o sinal estatal de Wi-Fi, emitido de praças e parques, e levá-lo para suas residências, em um país onde a conexão é restrita e a maior parte da população não tem internet em casa. A lei, que entrará em vigor em dois meses, habilita os cidadãos a trazer do exterior aparelhos que replicam sinais de Wi-Fi, como Nanostation e roteadores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.