Cinema: confira as estreias da semana nas salas de SP

De Redação Estadão | 19 de novembro de 2020 | 14:29

Os cinemas de São Paulo estão com sotaque francês. É a 11ª edição do Festival Varilux, que ocorre em 40 cidades do Brasil. Embora a estrutura do evento seja diferente por conta da pandemia – as tradicionais mesas redondas e oficinas foram canceladas -, há dezenas de filmes com produção francesa disponíveis nas telonas.

Além de longas recentes, destaque para exibição do clássico Acossado, de Godard. O filme assinado pelo pai da Nouvelle Vague é um dos homenageados pelo festival no ano que o movimento francês completa seis décadas. Em dezembro, oito produções dos anos 60 serão apresentados pelo Varilux em uma mostra especial.

De Hollywood, duas estreias marcam a semana. Uma delas é Mank, dirigido e produzido por David Fincher (Clube da Luta e O Curioso Caso de Benjamin Button). O cineasta se inspirou no roteiro idealizado por seu pai, Jake Fincher, para contar os bastidores polêmicos de Cidadão Kane, considerado um dos melhores filmes da história.

Outra é o longa Convenção das Bruxas, remake do clássico homônimo da década de 90. Duas vencedoras do Oscar estrelam no filme: Anne Hathaway, que interpreta a maléfica Eva Ernst, e Octavia Spencer, no papel de avó brincalhona e com medo de bruxas.

Cinesala reabre nesta sexta, 20

Depois de oito meses de portas fechadas, a sala de cinema de Pinheiros volta a receber o público com o apoio do crowdfunding online Viva Cinesala. O espaço tem limite de 60% de ocupação e mantém o distanciamento de 1,5m entre os espectadores.

Confira, a seguir, a programação de filmes nos cinemas de São Paulo entre 19/11 e 25/11.

*O complexo de cinema Pátio Paulista ainda não reabriu suas salas.

**O Reserva Cultural permanecerá fechado às segundas-feiras durante a pandemia.

Mostras

Consciência Negra
A quantos filmes africanos você já assistiu? Para valorizar a produção cinematográfica de países como Burkina Faso, Camarões, Egito, Etiópia e Nigéria, o Cine África reúne um cardápio diverso. Nesta semana, os curtas “E daí se as cabras morrem?”, de Sofia Alaoui, “Este foi para o mercado”, de Jim Chuchu, e “Ethereality”, de Kantarama Gahigiri, são algumas das exibições disponíveis de graça no streaming do CineSesc.

ESTREIAS

Apagar o Histórico (Festival Varilux)

Dir. Benoît Delépine, Gustave Kervern. Com Corinne Masiero, Denis Podalydès, Blanche Gardin.

Três vizinhos sofrem ataques virtuais de todos os tipos, de chantagem a bullying. Juntos, tentam reverter a situação, mesmo sabendo que é um desafio quase impossível. 14 anos. 106 min.

A Boa Esposa (Festival Varilux)

Dir. Martin Provost. Com Juliette Binoche, Noémie Lvovski, Yolande Moreau, Edouard Baer.

A missão de Paulette Van Der Beck é treinar jovens para que sejam esposas perfeitas. Quando descobre que sua escola está à beira da falência, ela decide participar de um programa de TV. Suas crenças são postas em xeque quando protestos de maio de 1968 se espalham pelo país. 12 anos. 109 min.

Casa de Antiguidades

Dir. João Paulo Miranda Maia. Com Antonio Pitanga, Sam Louwyck e Ana Flavia Cavalcanti.

Cristovam (Antônio Pitanga) é um vaqueiro que busca melhores condições de vida. Sua jornada não é nada fácil e a hostilidade dos novos vizinhos afetam a saúde mental do homem. Sem saída, ele começa a reviver o passado para sobreviver no presente. 16 anos. 87 min.

O Capital No Século XXI (Festival Varilux)

Dir. Justin Pemberton, Thomas Piketty. O documentário adaptado do livro homônimo de Thomas Piketty, com mais de 25 milhões de exemplares vendidos, propõe uma reflexão sobre a estrutura das sociedades modernas. 103 min.

Cidade Pássaro

Dir. Matias Mariani. Com OC Ukeje, Indira Nascimento, Paulo André, Ike Barry, Chukwudi Iwuji.

Amadi é um nigeriano que viaja para São Paulo em busca de seu irmão Ikenna, primogênito de uma família da etnia Igbo. Ele descobre, aos poucos, que a vida bem-sucedida que Ikenna parecia ter não é real. 16 anos. 102 min.

Convenção das Bruxas

Dir. Robert Zemeckis. Com Anne Hathaway, Octavia Spencer, Stanley Tucci.

Bruno, um garoto com infância conturbada, está em viagem com sua avó. No hotel, ele descobre uma conferência de bruxas, mas não só: elas têm um plano de transformar todas as crianças do mundo em ratos. O filme é um remake do clássico dos anos 90, inspirado no livro infantil homônimo de Roald Dahl. 10 anos. 104 min.

DNA (Festival Varilux)

Dir. Maïwenn. Com Fanny Ardant, Louis Garrel, Marine Vacth.

A morte de Emir, o avô argelino de Neige, desperta nela uma profunda crise de identidade. O homem sempre foi sua principal referência de família e, agora, outras relações complicadas vão tomar espaço. 14 anos. 90 min.

Donas Da Bola (Festival Varilux)

Dir. Mohamed Hamidi. Com Kad Merad, Alban Ivanov, Céline Sallette.

Na pequena cidade de Clourrières, uma equipe inteira de futebol é suspensa. Para evitar a extinção do grupo e chegar ao fim do campeonato, o técnico então recruta apenas mulheres. Essa decisão vai abalar algumas convenções da comunidade. Livre. 95 min.

Enquanto Estivermos Juntos

Dir. Andrew Erwin, Jon Erwin. Com K.J. Apa, Britt Robertson, Nathan Parsons.

Inspirado na história real do cantor de rock cristão Jeremy Camp (K.J. Apa), o filme mostra como a religião foi essencial quando sua esposa, Melissa, foi diagnosticada com câncer. 10 anos. 118 min.

Gagarine (Festival Varilux)

Dir. Fanny Liatard, Jérémy Trouilh.Com Lyna Khoudri, Alséni Bathily, Jamil McCraven.

O jovem Youri não aceita o fato de que Gagarine, o enorme conjunto habitacional onde ele cresceu, será demolido. Sem pensar duas vezes, ele abraça a missão de salvar sua casa e a de centenas de outras famílias, transformando-a em sua “nave espacial”. 14 anos. 95 min.

Mais Que Especiais (Festival Varilux)

Dir. Eric Toledano e Olivier Nakache. Com Vincent Cassel, Reta Kateb e Hélène Vincent.

Bruno e Malik convivem com crianças e adolescentes autistas há 20 anos. Juntos, eles ajudam jovens com histórico familiar difícil, considerados “supercomplexos”. Dos diretores dos filmes Intocáveis e Samba. 115 min.

Mank

Dir. David Fincher. Com Amanda Seyfried, Gary Oldman, Tom Burke.

Hollywood, 1930. O roteirista Herman J. Mankiewicz se esforça para concluir o roteiro de Cidadão Kane, uma adaptação da obra-prima de Orson Welles. Qual dos dois merece o crédito pelo longa, que se tornaria o melhor filme da história? 132 min.

Slalom (Festival Varilux)

Dir. Charlène Favier. Com Jérémie Renier, Noée Abita, Catherine Marchal.

Tudo parecia perfeito na vida da jovem Lyz: aos 15 anos, entrou para a melhor equipe de esqui do colégio de Bourg-Saint-Maurice. As coisas mudam quando seu treinador, o ex-campeão Fred, ultrapassa certos limites. 18 anos. 92 min.

Sou Francês e Preto (Festival Varilux)

Dir. Jean-Pascal Zadi e John Wax.

Com Jean-Pascal Zadi, Fary, Caroline Anglade. JP é um ator mal-sucedido de 40 anos. Suas hesitações transbordam quando ele decide organizar um grande protesto militante pela causa negra na França. 12 anos. 90 min.

Verão de 85 (Festival Varilux)

Dir. François Ozon. Com Félix Lefebvre, Benjamin Voisin, Philippine Velge.

Aos 16 anos, Alexis é salvo de um naufrágio por David, um jovem de 18 anos. Os dois começam uma amizade que parece perfeita. Será que durará mais do que um verão? 14 anos. 100 min.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário