Comissão técnica vê Neymar como 'esteio' em renovação da seleção brasileira

De Redação Estadão | 18 de setembro de 2020 | 17:01

Principal jogador da seleção brasileira e que já foi chamado de “imprescindível” por Tite, o atacante Neymar, claro, era nome certo na lista de convocados para os dois primeiros jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar. E, mais do que apresentar toda sua qualidade em campo, a comissão técnica da seleção espera que Neymar funcione também como uma espécie de porto seguro para os jogadores mais jovens.

“Nesse grande momento pelo qual ele passa, é extremamente importante termos de volta. É um jogador diferenciado, que tem essa capacidade e sem os problemas clínicos que o afetaram e o interromperam de alguma forma. Isso dá toda uma sequência da plenitude de sua condição técnica e física”, comentou Tite, durante coletiva de imprensa virtual realizada nesta sexta-feira, após anunciar a lista de convocados.

“Ele é um líder técnico extraordinário. Temos alguns jogadores que têm um perfil de liderança, alguns de técnica, como é o caso de Neymar, alguns competitivo, comportamentais, enfim”, declarou o treinador.

O auxiliar técnico Cléber Xavier lembrou as grandes atuações do atacante na reta final da Liga dos Campeões, no mês passado. “Mesmo com as pequenas férias que eles tiveram, ele termina jogando uma Champions com muita qualidade e a gente espera ele, com essa meninada, com essa renovação, ser um esteio, a liderança técnica, junto com outros atletas.”

Tite pontuou ainda que o fato de Neymar ter encerrado a Liga dos Campeões em alta terá reflexos também para seu desempenho nas Eliminatórias. “A seleção busca o atleta em seu melhor momento no clube para transferir para dentro da seleção a sua parcela individual num conjunto. O atleta estar em um grande momento em seu clube traz pra nós isso”, comentou.

Marcio Dolzan
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário