Convênio com BC permite que CVM acesse Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro

De Redação Estadão | 26 de janeiro de 2021 | 14:19

Um novo convênio assinado entre a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Banco Central do Brasil (BC) vai permitir que a autarquia consulte informações contidas no Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS), para a instrução de processos de apuração de irregularidades em que o titular dos dados estiver possivelmente envolvido.

O mecanismo de consulta permite a pesquisa das instituições financeiras com as quais o correntista ou cliente (e seus representantes legais ou convencionais) mantêm relacionamento.

“O acesso ao sistema é importante para a CVM como ferramenta de supervisão pelas áreas técnicas, ainda mais com a inclusão de informações relacionadas às corretoras e distribuidoras de valores mobiliários no CCS”, diz a CVM em nota.

Um acordo anterior já previa a troca de informações entre as duas instituições, assim como a articulação e coordenação de atividades conjuntas.

Mariana Durão
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.