Corinthians dispara e Iranduba fica próximo da queda no Brasileiro Feminino

De Redação Estadão | 5 de outubro de 2020 | 22:45

A antepenúltima rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro Feminino chegou ao fim com o Corinthians praticamente garantindo a dianteira da competição, um cenário quase oposto ao do Iranduba, que está prestes a ser rebaixado. Essas situações foram provocadas pelos resultados de dois dos três jogos que concluíram a jornada nesta segunda-feira: a derrota do Santos por 2 a 1 para a Ferroviária, na Vila Belmiro, e o triunfo do Minas Icesp por 2 a 0 diante do Iranduba, na Arena Amazônia.

Mesmo atuando em seu estádio, o Santos parou na grande atuação da goleira Luciana, que defendeu uma cobrança de pênalti de Larissa, no começo do segundo tempo, quando perdia por 1 a 0. A Ferroviária ainda abriu 2 a 0 com os gols de Rafa Mineira e Aline Milene, sendo vazado por Thaisinha.

O resultado manteve o Santos com 30 pontos, a seis do Corinthians, que no domingo havia derrotado o São José por 3 a 0, no Parque São Jorge, somando o nono triunfo consecutivo na competição. Isso significa que o time da capital paulista só precisa de um empate na duas rodadas finais para garantir a liderança da fase de classificação do Brasileirão Feminino. Já a Ferroviária é a quinta colocada, com 26, igualada ao São Paulo, à frente em função dos critérios de desempate.

Corinthians e Santos são os únicos times garantidos nas quartas de final do Brasileirão com duas rodadas de antecedência. E são seguidos pelo Internacional, que ascendeu ao terceiro lugar, com 27 pontos, após derrotar o Palmeiras por 3 a 1, no Allianz Parque, nesta segunda. Djeni, Belinha e Jheniffer marcaram para o time gaúcho, vazado por Rosana.

Derrotado, o Palmeiras é o sétimo colocado com 24 pontos, atrás do sexto Kindermann pelos critérios de desempate. O Grêmio fecha a zona de classificação às quartas de final com 22 pontos, em oitavo lugar, com um de vantagem para o nono Flamengo.

Em um confronto direto na luta pelo descenso, o Minas Icesp derrotou o Iranduba por 2 a 0, chegando aos 14 pontos, em 12º lugar, abrindo vantagem de quatro para a equipe amazonense, que abre a zona de rebaixamento, com dez. De quebra, o triunfo do time do Distrito Federal na Arena Amazônia rebaixou o Audax, antepenúltimo colocado, com sete – antes dele, já haviam caído Ponte Preta e Vitória, que ainda não pontuaram.

Com graves problemas financeiros, que incluíram o calote do seu antigo patrocinador, o Iranduba perdeu quase todo o seu elenco durante a paralisação do torneio pela pandemia do coronavírus. Tendo ficado com apenas quatro jogadoras no elenco, recorreu ao rival manauara B3, da segunda divisão nacional, para disputar a sequência da competição. Mas agora, a dois jogos do fim, está a quatro pontos de deixar a zona da degola.

Confira os resultados da 13ª rodada do Brasileirão Feminino:
Domingo
Ponte Preta 1 x 3 Grêmio
Flamengo 4 x 0 Audax
Vitória 0 x 6 São Paulo
Kindermann 1 x 1 Cruzeiro
Corinthians 3 x 0 São José
Palmeiras 1 x 3 Internacional

Segunda-feira
Iranduba 0 x 2 Minas Icesp
Santos 1 x 2 Ferroviária

Confira os jogos da 14ª rodada:
Sábado
15h – Grêmio x São José
20h30 – Cruzeiro x Minas Icesp

Domingo
15h – Ponte Preta x Corinthians
15h – Internacional x Audax
15h – Kindermann x Iranduba
15h30 – Palmeiras x Flamengo
18h – Santos x Vitória
19h – Ferroviária x São Paulo

Leandro Silveira
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário