Coronavírus: Salão do Livro de Paris é cancelado; Louvre fecha pelo 2º dia

De Redação Estadão | 2 de março de 2020 | 12:57

O Salão do Livro de Paris, principal feira do gênero na França e realizado anualmente na capital do país, foi cancelado devido às medidas adotadas pelo governo francês no sábado, dia 29, para evitar a disseminação do coronavírus. A informação foi dada pelo sindicato dos editores, em comunicado.

“Seguindo a decisão do governo de proibir eventos com mais de 5 mil pessoas em um espaço fechado, é com pesar que cancelamos a edição de 2020 do Salão do Livro de Paris”, disseram os editores. A 40ª edição da feira seria realizada entre os dias 20 e 23 de março e receberia editores e escritores de diversos países.

A Feira do Livro Infantil de Bolonha, Itália, que também seria realizada em março, foi adiada para maio. Ela está prevista para ser realizada entre os dias 5 e 7.

A ver o que acontece com a Feira do Livro de Londres, ainda maior que o Salão do Livro de Paris, e que está marcada para os dias 10, 11 e 12 de março. Os organizadores dizem que estão acompanhando a situação e, dependendo do que as autoridades de saúde disserem, o evento pode ser cancelado ou mantido.

Até agora, o coronavírus matou duas pessoas na França e infectou cerca de 130.

Louvre

O Museu do Louvre, um dos principais pontos turísticos de Paris, voltou a ficar fechado nesta segunda-feira, 2, pelo segundo dia, porque os funcionários usaram de seu direito de não trabalhar em caso de perigo. Eles votaram de forma unânime por não trabalhar. Museu mais popular do mundo, o Louvre recebeu 9,6 milhões de visitantes em 2019. (Com agências internacionais).

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário