Cozinheiro lança campanha para ir ao 'Mais Você' após passagem na Band

De Redação Estadão | 30 de maio de 2019 | 12:45

O cozinheiro Bruno Coutinho, que ficou conhecido depois de conceder uma entrevista ao Bom Dia SP, lançou uma campanha para ir ao Mais Você e preparar um bacalhau capixaba para Ana Maria Braga. Ele já havia sido convidado pela apresentadora para ir ao programa matinal, mas fez sua primeira participação no Melhor da Tarde, de Catia Fonseca, na Band. Lá, o chef conseguiu um emprego em um restaurante, do qual pediu demissão uma semana depois.

"Eu vim aqui convidar vocês para participarem da campanha 'Ana Maria leva o chef Bruno'. Está começando agora, vou mobilizar muita gente aqui em São Paulo, porque quando eu dei entrevista naquele dia pro Bom Dia SP, eu disse que meu sonho era cozinhar pra Ana Maria e o meu sonho continua de pé e eu não vou desistir", disse Bruno em um vídeo publicado no Instagram.

Ele afirma que o sonho dele foi atrapalhado porque "entraram na frente". "Porque eu estive em outra emissora, agora disseram para mim que eu não podia participar mais do programa da Ana Maria. Só que eu acho isso uma sacanagem, porque, como eu disse, eu sou fã dela há muito tempo, não só por ela ser apresentadora de televisão, mas por Deus ter operado na vida dela um milagre", completou ele.

"Se você quer me ver no programa da Ana Maria cozinhando o bacalhau capixaba que eu prometi pra ela, que é um prato meu autoral, só dizer embaixo desse vídeo 'eu quero'. Conto com vocês", finalizou.

Clique aqui

A história de Bruno

Bruno chamou atenção dos jornalistas Zelda Mello e Rodrigo Bocardi, da Globo, por ser o primeiro a chegar em uma fila de oportunidades de trabalho para desempregados no Vale do Anhangabaú em 26 de março.

Mais tarde no mesmo dia, o cozinheiro foi chamado para preparar um prato no Melhor da Tarde, apresentado por Catia Fonseca, na Band. Na ocasião, ele recebeu uma oferta de Melchior Neto para trabalhar no restaurante Gema, na cidade de Santo André.

Em entrevista ao site Notícias da TV, Bruno contou que não ficou muito tempo no trabalho: "Fiquei só sete dias lá. Uma semana. Saí de lá porque estou correndo atrás de oportunidades melhores."

Segundo o cozinheiro, a intenção é trabalhar com eventos próprios – e garante ter oito já agendados. "Eu cobro em torno de R$ 1,5 mil para cada jantar que faço, para até 50 pessoas. Esse valor inclui o meu cachê e o de minha equipe", afirmou. Agora, ele corre atrás de realizar seu sonho e cozinhar para Ana Maria Braga.