Crivella prorroga isolamento e adia a volta aos treinos dos clubes cariocas

De Redação Estadão | 19 de maio de 2020 | 18:00

Os clubes da cidade do Rio de Janeiro terão que esperar mais um tempo para poderem voltar às atividades em campo com seus jogadores. Nesta terça-feira, o prefeito Marcelo Crivella anunciou a prorrogação das medidas de isolamento social na cidade por conta do combate à pandemia do novo coronavírus, que seriam afrouxadas nesta semana, até o próximo dia 25. Assim, não estão autorizados os treinamentos dos times.

De acordo com Crivella, que participou de uma entrevista coletiva durante evento de inauguração de um tomógrafo na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade de Deus, favela da zona oeste da cidade, foi autorizada apenas a volta de atletas que estavam em processo de fisioterapia.

O prefeito do Rio de Janeiro afirmou ter sido procurado por Rodolfo Landim, Alexandre Campello e Nelson Mufarrej – respectivamente presidentes de Flamengo, Vasco e Botafogo – e que uma reunião do comitê científico da prefeitura foi realizada para saber que medidas poderiam ser adotadas pelos clubes em meio à pandemia da covid-19.

“Foram aprovados os procedimentos do caderno de encargos para evitar contágio quando os clubes voltarem aos treinos e aos jogos. Foi autorizada também a volta dos atletas que estavam em fisioterapia cujos casos poderiam agravar. Foi comunicado ao presidente do Flamengo e o Vasco que isso tinha sido deliberado. Pelo conselho, não foi aprovada a volta aos treinos”, explicou Crivella.

Questionado sobre quais ações a prefeitura poderia tomar para liberar os treinamentos dos clubes em seus CTs, o prefeito afirmou que a secretária municipal de saúde, Beatriz Busch, vai procurar os dirigentes. “A Bia, que é flamenguista, vai conversar com eles. Eu tenho certeza que eles vão ouvir a Bia”, finalizou.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário