Curada há um mês, Preta Gil pede que todos sejam menos egoístas na pandemia

De Redação Estadão | 13 de abril de 2020 | 14:17

Preta Gil completou neste domingo de Páscoa, 13, um mês desde quando foi diagnosticada com coronavírus. Ela provavelmente se contaminou no casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, que ficou conhecido como um foco de disseminação da doença, e aproveitou o feriado cristão para relembrar a infecção e refletir sobre a vida pelo Instagram.

“Hoje me sinto 100% curada. Tanta gente me pergunta que remédios tomei, que tratamento eu fiz… pode ser doido, mas há um mês as limitações eram ainda maiores em relação ao tratamento”, disse ela, que tomou remédios paliativos para os sintomas e não precisou ir ao hospital, já que apresentou um quadro leve da covid-19.

Associando o momento ao feriado religioso, Preta afirmou que seu maior remédio foi a fé. “Jesus sempre foi para mim um grande amigo, um grande companheiro que esteve comigo nos piores e melhores momentos da minha vida. Sim, o trato com intimidade, pois é exatamente o que sinto por ele”, afirmou.

“Hoje Páscoa ele renasce em mim e em você. A mensagem que essa pandemia nos trás tem muitas camadas, mas ele Jesus disse a maior delas: ‘amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos'”.

Com base no verso bíblico, Preta Gil pediu que as pessoas aproveitassem o feriado de Páscoa, que significa a ressurreição de Cristo, para serem mais solidários com as pessoas. “Que possamos aprender a dividir o pão, olhar para os mais necessitados e que sejamos menos egoístas. Hoje sou total gratidão à vida”, disse.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário