Departamento de Estado dos EUA reafirma em nota 'laços fortes' com o Brasil

De Redação Estadão | 18 de setembro de 2020 | 18:23

O Departamento de Estado dos Estados Unidos divulgou comunicado, no qual reafirma os “laços fortes” entre o país e o Brasil. A nota lembra a visita desta sexta-feira ao País do secretário de Estado, Mike Pompeo, para “reafirmar nossa parceria crucial sobre os desafios compartilhados regionais”. As duas nações trabalham juntas para “apoiar o povo venezuelano, combater a covid-19 e aumentar a prosperidade regional”.

O Departamento de Estado americano diz que a parceria com o Brasil é ancorada num compromisso para promover a segurança, a democracia, a prosperidade econômica, os direitos humanos e o Estado de Direito. O governo americano considera o País um “parceiro chave” no apoio aos venezuelanos que fogem do regime de Nicolás Maduro. Os EUA já enviaram mais de US$ 50 milhões para apoiar os esforços brasileiros com essa população, diz o comunicado.

Os EUA afirmam também que expandirão o trabalho com o Brasil para combater a mineração ilegal e o contrabando de ouro.

A nota cita também o combate à covid-19, com coordenação conjunta contra o vírus. Os EUA já comprometeram US$ 13,8 milhões para a resposta brasileira ao problema, enquanto companhias americanas no País já comprometeram aproximadamente US$ 55 milhões, diz o texto. A nota lembra ainda as décadas de investimento americano em solo brasileiro, que já superaram US$ 617 milhões nos últimos 20 anos.

A nota diz que os EUA apoiam o “investimento sustentável” na Amazônia, que protege a biodiversidade e o crescimento econômico.

Gabriel Bueno da Costa e Francine De Lorenzo
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário