Deslocamento de talude em Barão de Cocais foi de 2 metros desde fim de 2018

De Redação Estadão | 30 de maio de 2019 | 14:50

O descolamento do talude da mina de Gongo Soco da Vale, em Barão de Cocais, atingiu dois metros desde o fim do ano passado, conforme a Agência Nacional de Mineração (ANM).

A agência informou na tarde de hoje que a velocidade da movimentação do talude norte da mina tinha registrado um aumento para 24,6 centímetros por dia.

Nesta semana a Vale afirmou que não há elementos técnicos para afirmar que o eventual deslocamento de parte do talude poderia desencadear a ruptura da barragem. A mineradora destacou, ainda, que adotou “todas as medidas preventivas” para garantir a segurança dos moradores da região de Barão de Cocais.