Desmatamento reforça posição contrária a acordo Mercosul-UE, diz premiê francês

De Redação Estadão | 18 de setembro de 2020 | 13:30

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, usou nesta sexta-feira sua conta oficial no Twitter para declarar a oposição do país a um acordo comercial entre Mercosul e União Europeia. Em sua mensagem, ele falou sobre a destruição de florestas, sem especificar locais.

A publicação é feita no dia em que o presidente Jair Bolsonaro faz uma viagem ao Mato Grosso, na qual ele criticou países que reclamam do Brasil, mas já teriam queimado tudo em suas próprias nações.

“O desmatamento coloca em perigo a biodiversidade e perturba o clima”, afirmou Castex.

Ele citou um relatório elaborado por Stefan Ambec, que segundo o premiê reforça a posição do governo francês de se opor ao pacto entre os dois blocos, em seu modelo atual. “A coerência dos compromissos ambientais do nosso país e da Europa depende disso”, argumentou.

Gabriel Bueno da Costa
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário