Dois raros momentos do cinema latino

De Redação Estadão | 26 de maio de 2020 | 07:20

São dois programas que remetem à latinidade. O Segredo dos Seus Olhos, de Juan José Campanella, com Ricardo Darín, foi o filme que deu o segundo Oscar à Argentina, em 2010. Na época, ainda era de melhor filme estrangeiro, agora é filme internacional. Passa no Canal Brasil, às 22h. É tão forte que só no final o espectador conseguirá desgrudar o olho e migrar para o Arte 1 que, desde as 23 h, estará exibindo Buena Vista Social Club.

O filme de Wim Wenders foi indicado para o Oscar de melhor documentário de 2012. Perdeu, mas ganhou o prêmio da categoria no European Award. O Buena Vista foi um clube de música e dança em que se apresentavam artistas como Manuel Puntillita Licea, Ibrahim Ferrer e Omara Portuondo em Havana, nos anos 1940.

Foi fechado nos 50. Ry Cooder, o compositor de Wenders em Paris, Texas, e o músico cubano Juan de Marcos González inspiraram-se no Buena Vista e gravaram um disco. Os remanescentes da época ganharam fôlego, Wenders fez o filme. É uma bela celebração, mas a crítica reclamou da cena dos músicos cubanos em Nova York, olhando as vitrines de lojas com artigos que não podiam comprar. O Segredo de Seus Olhos é sobre a brutal herança da ditadura argentina. É tema para se refletir, no Brasil atual.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Luiz Carlos Merten
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário