Eduardo Bolsonaro apoia chamar manifestantes antifascismo de 'terroristas'

De Redação Estadão | 31 de maio de 2020 | 15:20

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse em sua conta no Twitter que apoia a iniciativa de definir como terroristas manifestantes antifascismo, repercutindo tuíte do presidente americano Donald Trump que defende essa designação. Na postagem, Trump escreveu que “os Estados Unidos da América designarão Antifa como uma organização terrorista”.

“O Brasil deveria fazer o mesmo. Aqui eles se fantasiam de torcida organizada, mas todos sabemos que querem é desordem, baderna e confronto com manifestações pacíficas”, escreveu o parlamentar, em referência aos protestos que acontecem nesta tarde na Avenida Paulista, por grupos antifascistas ligados às torcidas organizadas de Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos.

Antes, o presidente Jair Bolsonaro também tinha compartilhado o tuíte de Trump contra os manifestantes antifa, que participam de protestos em dezenas de cidades americanas contra a morte de George Floyd.

Gregory Prudenciano
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário