Eficiente, Manchester City supera o Arsenal e se recupera no Inglês

De Redação Estadão | 17 de outubro de 2020 | 16:10

O Manchester City se recuperou dos recentes tropeços no Campeonato Inglês ao superar o Arsenal por 1 a 0 neste sábado, em casa, no Etihad Stadium. O time de Pep Guardiola não teve um apresentação brilhante, mas jogou o suficiente para se impor e vencer sem levar sustos. Sterling marcou o gol do triunfo.

A vitória encerra a sequência de dois jogos sem vencer do City – empate com o Leeds United em 1 a 1 e derrota histórica por 5 a 2 para o Leicester – e deixa a equipe de Guardiola em décimo, com sete pontos, ainda distante dos líderes, mas com um jogo a menos. O Arsenal é o quinto, com nove pontos.

Com Agüero de volta após se recuperar de lesão, mas sem De Bruyne, o Manchester City não foi envolvente e também não construiu um volume de jogo tão grande como em outras ocasiões. No entanto, os anfitriões foram eficientes e mostraram segurança na defesa, setor que falhou em jogos decisivos na última temporada.

Mais segura, com grande atuação do zagueiro Rúben Dias, o time de Manchester não permitiu tantas chances assim ao Arsenal. Saíram dos pés de Saka e Aubameyang as melhores oportunidades da equipe londrina, mas nas duas ocasiões Ederson apareceu para evitar o gol.

No ataque, Mahrez foi bastante ativo e Sterling novamente mostrou poder decisão para anotar o tento que assegurou a vitória. O atacante pegou o rebote em chute de Foden e foi às redes aos 23 minutos da primeira etapa. De Bruyne, lesionado, também fez muita falta.

EMPATE EM CASA – O Chelsea voltou a sofrer com oscilações e empatou por 3 a 3 com o Southampton neste sábado, em casa, no Stamford Bridge. O time londrino chegou a abrir 2 a 0, levou o empate, conseguiu retomar a vantagem no placar, mas sofreu mais um gol nos acréscimos e perdeu a oportunidade de somar três pontos.

Com a igualdade, o Chelsea desperdiçou a oportunidade de colar nos líderes e ficou no sexto lugar, com oito pontos. A equipe de Frank Lampard balançou as redes com dois reforços contratados para esta temporada: os alemães Timo Werner, que marcou duas vezes, e Kai Havertz. Danny Ings, Che Adams e Jannik Vestergaard anotaram os gols do Southampton, que ocupa a 11ª colocação, com sete pontos.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário