Em Macapá, Barroso defende segurança das eleições deste domingo

De Redação Estadão | 6 de dezembro de 2020 | 10:15

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, defendeu a segurança das eleições municipais de Macapá (AP) realizadas neste domingo, 6, em entrevista neste sábado na capital amapaense.

A votação na cidade foi adiada em relação ao calendário das demais cidades do País por causa da crise de energia elétrica ocorrida no Estado em novembro.

Dez candidatos concorrem à prefeitura de Macapá neste domingo. Se nenhum deles obtiver a maioria dos votos, a cidade terá segundo turno, no dia 20 de dezembro.

Barroso deu entrevista na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP) do Estado, na noite de sábado, 5, e defendeu a segurança das eleições municipais de Macapá.

De acordo com o TRE-AP, o presidente do TSE reforçou que o adiamento das eleições não aconteceu apenas por causa da falta de energia, mas pelos riscos à segurança pública.

Os horários de votação, neste domingo, estão mantidos das 7h ás 17, como foi no resto do Brasil, e o presidente do TSE acredita que a apuração deverá acontecer sem intercorrências.

Camila Turtelli
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.