Em rádio argentina, Andrés Sanchez nega interesse do Corinthians por Tevez

De Redação Estadão | 15 de maio de 2020 | 18:34

Após ser especulado na Argentina uma possível volta do atacante Carlitos Tevez ao Corinthians, o presidente Andrés Sanchez foi procurado nesta sexta-feira pela rádio argentina Club 947 para falar sobre o assunto. O mandatário corintiano fez elogios ao jogador de 36 anos, atualmente no Boca Juniors, mas negou qualquer interesse por parte do clube alvinegro.

“Qualquer clube do mundo gostaria de ter o Carlitos. Tudo é possível, mas não há nada oficial sobre a chegada dele ao Corinthians. Tevez é um ídolo do Corinthians e a torcida gosta muito dele. Depois do Ronaldo (Fenômeno), é um dos mais queridos. Mas não houve nenhuma comunicação com seu representante nem nada. É muito complicado. O futebol está parado e não sabemos quando vai voltar”, afirmou.

Com muita qualidade técnica e identificação com a torcida do Corinthians, Tevez é um sonho dos torcedores desde que deixou o clube em 2006. Pelo Boca Juniors, o atacante vem jogando praticamente de graça, o que poderia ser uma vantagem para o time brasileiro, se fizer uma oferta. Porém, a diretoria corintiana já negou o interesse anteriormente.

Outro problema é a questão do dinheiro. Tevez tem um salário alto para os padrões atuais e o clube vive uma situação financeira difícil. O Corinthians fechou o ano de 2019 com déficit de R$ 177 milhões e viu a sua dívida crescer 42%, chegando a R$ 665 milhões.

Em entrevista recente à CorinthiansTV, Andrés Sanchez admitiu que existem chances, mas acredita que seja difícil pois Tevez é um “jogador complicado”. “Chance tem, dá 4 ou 5 milhões de dólares por ano e ele vem. Agora eu não sei se ele quer jogar mais bola, acaba o contrato dele agora no Boca Juniors. É ídolo do Corinthians, grande jogador, mas não sei se ele quer sair da Argentina. Tevez é um jogador complicado, uma pessoa complicada, tem as suas convicções e acho que dificilmente ele sairia da Argentina”, finalizou.

Tevez tem contrato com o Boca Juniors até o próximo dia 30 de junho e, segundo veículos de imprensa argentinos, ainda não discutiu com o clube a renovação. O atacante defendeu o Corinthians em 2005 e 2006, contratado pela MSI, parceira do clube na época. Disputou 78 jogos, fez 46 gols e conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 2005.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário