Em recuperação, Vladimir é liberado para treinos na academia do CT santista

De Redação Estadão | 27 de novembro de 2020 | 17:44

O goleiro Vladimir deu um passo importante no seu processo de recuperação de cirurgia no pé direito, realizada em setembro. Após consulta médica, ele recebeu o aval para iniciar os trabalhos físicos no Santos. Sua última partida foi em 16 de agosto, na Vila Belmiro, contra o Athletico Paranaense, pelo Campeonato Brasileiro.

Naquele confronto, Vladimir sofreu uma lesão no dedo mínimo ao se chocar com Lucas Veríssimo. Por causa disso, foi operado e vinha utilizando uma bota ortopédica desde então. Agora, porém, não sofre mais com dores no local e está liberado para fazer treinos físicos na academia do CT Rei Pelé.

“Não estou sentindo mais nenhuma dor, e o Dr. Marco Túlio constatou que o dedo está bem posicionado, ou seja, a cirurgia atendeu ao seu objetivo. A partir de agora, já posso andar normalmente, sem a bota ortopédica. E ele me liberou para trabalhar sem restrições na academia do CT Rei Pelé, principalmente na esteira e na bicicleta”, disse o goleiro, que recentemente se recuperou do coronavírus.

O próximo passo para Vladimir é a liberação para trabalhos de transição no Santos. Dependendo da evolução, ele poderá ter condições de realizar esse tipo de atividade em 10 de dezembro, quando fará nova consulta médica.

“Vou passar por novas radiografia e ressonância e o Dr. Marco Túlio fará outro exame clínico. Se tudo continuar dentro do previsto, é bem provável que eu seja liberado para fazer o trabalho de transição, no campo, no decorrer do mês de dezembro”, acrescentou o goleiro.

De volta ao Santos em 2020, após atuar por empréstimo pelo Avaí em 2019, Vladimir vinha tendo uma sequência como titular da meta, pois Everson, que ocupava a posição, acionou o clube na Justiça e depois se transferiu para o Atlético Mineiro. Na sequência da sua lesão, a vaga ficou com João Paulo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.