Em treino movimentado, Morbidelli supera Miller e crava pole em Valência

De Redação Estadão | 14 de novembro de 2020 | 12:43

Em uma sessão classificatória bastante agitada neste sábado, Franco Morbidelli se destacou e assegurou a pole para a etapa da Comunidade Valenciana da MotoGP. O ítalo-brasileiro marcou 1min30s191 para conquistar a primeira posição no circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha.

Vários pilotos se revezaram na primeira colocação ao longo do treino antes de Morbidelli garantir a pole em sua última tentativa. É a segunda vez que o piloto da Yamaha SRT larga na ponta nesta temporada. Ele tenta se recuperar do desempenho ruim na corrida passada, em que terminou apenas em 11º.

O australiano Jack Miller, da Pramac Racing, anotou 1min30s287, vai largar em segundo no grid e integrará a primeira fila da MotoGP pela quarta vez na temporada. O japonês Takaaki Nakagami, da LRC Honda, cravou 1min30s413 e sai do terceiro posto para completar a linha inicial de partida.

O francês Johann Zarco, da Esponsorama Racing, abre a segunda fila, seguido dos espanhóis Pol Espargaró (Red Bull KTM), Maverick Viñales (Yamaha) e Aleix Espargaró (Aprilia), quinto, sexto e sétimo colocados, respectivamente.

O italiano Francesco Bagnaia, da Pramac, sairá do oitavo lugar, à frente do sul-africano Brad Binder, da Red Bull KTM, na nona colocação. O português Miguel Oliveira, da KTM Tech 3, fechou o top 10.

Postulantes ao título, o francês Fabio Quartararo, da Yamaha SRT, e o espanhol Joan Mir, da Suzuki, não tiveram boa performance na atividade em Valência e vão largar apenas na 11ª e 12ª colocações, respectivamente. Álex Rins sequer conseguiu passar ao Q2 e vai sair em 14º.

Mir, aliás, lidera o Mundial, com 162 pontos, e pode ser campeão já neste domingo. Quartararo divide a segunda colocação do campeonato com Rins. Ambos somam 125 pontos, quatro a mais que Viñales, que ocupa o quarto lugar.

A sessão ficou marcada por um impressionante acidente. O espanhol Álex Márquez foi arremessado de sua moto e sofreu uma queda violenta. O piloto da Honda, no entanto, saiu ileso, logo se recuperou e voltou para a pista com a moto reserva para os minutos finais da atividade. Ele terminou na 20ª e penúltima posição.

A largada da etapa da Comunidade Valenciana, a penúltima do calendário de 2020 da MotoGP, está prevista para as 10 horas (horário de Brasília) deste domingo. A última corrida da temporada será em Portugal, no próximo fim de semana.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário