Escritora mexicana Valeria Luiselli ganha o Prêmio Folio

De Redação Estadão | 24 de março de 2020 | 10:01

O Arquivo das Crianças Perdidas, romance da escritora mexicana Valeria Luiselli, ganhou o Rathbones Folio Prize de Literatura na segunda-feira, 23, em uma cerimônia realizada online por causa da pandemia do coronavírus.

Valeria Luiselli desbancou finalistas como Zadie Smith e Ben Lerner e ganhou US$ 35 mil.

Criado em 2013 para rivalizar com o prestigioso Booker Prize, o Prêmio Folio abrange obras de ficção, não ficção e poesia publicadas na Grã-Bretanha.

O terceiro romance de Luiselli, e o primeiro escrito em inglês, O Arquivo das Crianças Perdidas acompanha a viagem de uma família pelos Estados Unidos e histórias de crianças migrantes.

O poeta Paul Farley, do júri, disse que o livro era “uma road trip, um documentário, o retrato de uma família e das fronteiras americanas, e uma jornada pela ideia de casa e pertencimento”.

A cerimônia que estava planejada para ser realizada na British Library, em Londres, foi cancelada em conformidade com as medidas adotadas para reduzir o número de pessoas infectadas pelo coronavírus. O anúncio foi feito online e também pela rádio BBB.

De sua casa em Nova York, Valeria Luiselli disse que o prêmio era “bem-vindo como um sinal de que as pessoas mantinham a fé nos livros, mesmo em tempos estranhos e preocupantes”.

Redação, AP
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário