Espanha anuncia novas medidas restritivas e força Madri a adotar bloqueio

De Redação Estadão | 30 de setembro de 2020 | 20:00

A Espanha anunciou novas restrições a serem implementadas nas próximas 48 horas, o que forçará Madri a uma forma de bloqueio. As novas medidas foram anunciadas pelo ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Entre as medidas adotadas no país está a exigência de que pessoas fiquem em casa, exceto para ir ao trabalho, às aulas e para cumprir obrigações legais ou levadas a sair em circunstâncias extremas. Os encontros ficarão restritos a no máximo seis pessoas, em espaços públicos ou privados.

A adoção das novas regras ocorre após um aumento constante no número de infecções por coronavírus na área de Madri nos últimos meses, informa o jornal britânico The Guardian. A capital terá suas fronteiras fechadas para forasteiros e para visitas desnecessárias. Os residentes de Madri também serão proibidos de deixar a cidade, exceto em viagens essenciais.

De acordo com o ministério da saúde espanhol, o país contabiliza o total de 769.188 contaminações por covid-19 e 31.791 mortes.

Na Itália, o Senado suspendeu todas as atividades parlamentares após dois integrantes de grupo partidário testarem positivo para covid-19. O país já registrou, desde o início da pandemia, um total de 314.861 contaminações e 35.894 mortes.

Matheus de Souza
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário