EUA e E3 apoiam Acordo com Irã e concordam que Teerã não deve ter arma nuclear

De Redação Estadão | 18 de fevereiro de 2021 | 17:18

Após reunião ministerial, os representantes de Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e França (grupo europeu conhecido por E3) concordaram que o Irã não pode “nunca desenvolver uma arma nuclear”. Em comunicado conjunto, o E3 viu como positivas as perspectivas de que os EUA se reengajem no Plano de Ação Abrangente Conjunta (JCPOA, na sigla em inglês), acertado em 2015 sobre a questão nuclear iraniana. Além dos cinco países, o acordo nuclear também teve Rússia e China como parte.

Segundo o comunicado, as potências ocidentais pedem que o Irã não tome “novos passos ao não cumprimento” do acordo, tendo em vista o anúncio de Teerã de que não irá mais permitir visitas não autorizadas em instalações potencialmente nucleares por parte Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

O documento destaca que, segundo o presidente dos EUA, Joe Biden, “se o Irã voltar a cumprir estritamente seus compromissos sob o JCPOA, os EUA farão o mesmo, e estão preparados para se envolver em discussões nesse sentido”.

O documento também afirma que os ministros concordaram em cooperar por conta dos “desafios colocados globalmente pela China”.

Outro ponto comum é a parceria na vacinação contra a covid-19, com foco na iniciativa Covax. “E3 e EUA concordam em ação coletiva para implementar o Acordo de Paris” em referência às mudanças climáticas, afirma o comunicado.

Matheus Andrade
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.