EUA: Senado bloqueia nomeação de Judy Shelton ao Fed

De Redação Estadão | 17 de novembro de 2020 | 22:08

Os republicanos do Senado dos Estados Unidos não conseguiram garantir votos suficientes nesta terça-feira, 17, para avançar a confirmação de Judy Shelton para uma cadeira no conselho do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

Antes da votação, os senadores Mitt Romney, Susan Collins e Lamar Alexnder, todos do partido governista, anunciaram que não apoiariam Shelton, criticada por opiniões políticas pouco ortodoxas, como declarações em defesa do retorno do padrão-ouro.

Alexander não estava em Washington para votar na terça-feira devido a um assunto de família, disse um porta-voz. Dois outros republicanos, Rick Scott e Chuck Grassley, não compareceram à votação porque estão em quarentena após possível exposição ao coronavírus.

O resultado é que, embora os republicanos tenham uma maioria de 53-47 no Senado, eles não conseguiram obter mais de 48 votos a favor de Shelton. O líder da maioria na Casa, Mitch McConnell, apresentou uma moção que deixa em aberto a possibilidade de outra votação. Fonte: Dow Jones Newswires.

Washington
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário