EUA: Trump critica decreto na Geórgia que torna impossível verificar cédulas

De Redação Estadão | 14 de novembro de 2020 | 12:35

O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou neste sábado que o Decreto de Consentimento assinado pelo Secretário de Estado da Geórgia, com a aprovação do Governador Brian Kemp, torna impossível verificar assinaturas em cédulas e envelopes.

“O Decreto de Consentimento assinado pelo Secretário de Estado da Geórgia, com a aprovação do Governador Brian Kemp, a pedido de Stacey Abrams, torna impossível verificar e combinar assinaturas em cédulas e envelopes, etc. Eles sabiam que iam trapacear. Deve expor assinaturas reais!”, disse o presidente americano em sua conta no Twitter.

Ontem, veículos da imprensa americana como NBC, “The New York Times” e “Washington Post” projetaram vitória de Joe Biden no estado da Geórgia e de Donald Trump na Carolina do Norte, apontado para um resultado final de 306 a 232 delegados com vantagem do democrata.

Niviane Magalhães
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário