Éverton Ribeiro brilha, Flamengo goleia o Corinthians e assume a liderança

De Redação Estadão | 18 de outubro de 2020 | 18:17

Éverton Ribeiro era dúvida para o jogo diante do Corinthians. Fez tratamento, recuperou-se das dores no joelho e foi decisivo na surpreendente goleada por 5 a 1 que colocou o Flamengo na liderança provisória do Brasileirão, com 34 pontos. Internacional e Atlético-MG podem reassumir a ponta se ganharem ainda nesta rodada.

O camisa 7 flamenguista iniciou sua carreira no Corinthians. Subiu com Zé Augusto para atuar como lateral-esquerdo na fatídica temporada do rebaixamento, em 2007. Mas é como meia que ganhou projeção, no Cruzeiro e agora no Flamengo. Ao marcar e dar duas assistências diante do ex-clube, mostra que os cariocas estão fortes na briga pelo título.

Enquanto o Corinthians procura um armador para ajustar sua armação faz um bom tempo, Éverton Ribeiro desfila seu talento no meio do Flamengo. Menção honrosa também para as grandes defesas de Hugo Souza no segundo tempo. Fez ao menos três e evitou a reação corintiana.

Uma derrota para o Flamengo por 3 a 0 em 2018 era a maior derrota do Corinthians no seu estádio. A goleada por 5 a 1 agora é o mais doloroso revés corintiano em seu estádio. Depois de ganhar sem merecimento do Athletico-PR, o Corinthians amarga sua pior derrota no Brasileirão e segue bastante ameaçado de rebaixamento. É o 14º colocado, com 18 pontos.

O JOGO – A primeira partida do técnico Vagner Mancini na Neo Química Arena ocorreu com uma formação bem diferente de sua estreia. Foram seis mudanças em relação ao jogo de Curitiba. A grande polêmica era se Cássio voltava à meta ou Walter seria o goleiro após defender demais diante do Athletico-PR. O titular acabou escolhido. Marllon, Camacho, Otero, Everaldo e Boselli foram as demais novidades.

Os cariocas, de olho na liderança, também estavam bastante modificados em relação ao empate diante do Red Bull Bragantino. Apenas Isla, Thiago Maia, Éverton Ribeiro e Pedro haviam atuado na quinta-feira.

Mexidos, os times começaram animados. Com menos de oito minutos, Cássio já havia defendido um chute de Éverton Ribeiro. E Everaldo tinha finalizado no gol de Hugo Souza.

O Flamengo não queria desperdiçar a segunda chance de assumir a liderança. E fez gol com Pedro. Mas o VAR flagrou saída da bola em lateral na origem da jogada e anulou o lance. Era lá e cá. Flamengo na técnica atacava e Corinthians, mais na base da garra, apostava no contragolpe.

Com um repertório maior e mais qualidade, o time carioca abriu o marcador aos 32 quando já dominava as ações. Filipe Luís cruzou e Lucas Piton deixou Éverton Ribeiro cabecear no contrapé de Cássio.

Foi o 19º gol do Flamengo nos últimos nove jogos. Desde a humilhante derrota por 5 a 0 para o Independiente del Valle que os cariocas vêm marcando em sequência.

Mesmo em vantagem, os cariocas seguiram mandando na etapa. Mas com o Corinthians também se lançando ao ataque. Camacho quase empatou num chutaço que parou no travessão. Xavier ainda teve oportunidade de cabeça no último minuto.

O segundo tempo começou com o Flamengo imponente, abrindo importante vantagem. Otero perdeu a disputa para Éverton Ribeiro, que passou pela marcação e serviu Vitinho. Chute forte e 2 a 0. Nem bem se recuperou do baque e viu nova comemoração flamenguista. Éverton cobrou escanteio na cabeça de Natan, que mandou para as redes.

Graças às substituições de Mancini, o Corinthians até reagiu. Luan cruzou na cabeça de Gil e gol, aos 15. Anulado por impedimento. Três minutos depois, jogada idêntica e o gol do zagueiro desta vez valeu.

Os paulistas cresceram e viram Hugo Souza salvar duas vezes. Cazares bateu e o goleiro espalmou na trave. Na sequência do lance, Luan bateu forte e o goleiro fez defesaça.

O Corinthians podia “entrar no jogo”, mas ao se lançar na frente, ficou totalmente exposto. Desorganizado, viu o Flamengo encaixar contra-ataque rápido e Bruno Henrique transformar a vitória em goleada.

Hugo Souza ainda faria mais um milagre no jogo e Diego saiu do banco para passar fácil pelos zagueiros e definir o 5 a 1 num belo gol.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 x 5 FLAMENGO

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Lucas Piton; Xavier, Camacho (Gabriel) e Otero (Mantuan); Everaldo (Gustavo Mosquito), Matheus Vital (Cazares) e Boselli (Luan). Técnico: Vagner Mancini.

FLAMENGO – Hugo Souza; Isla, Gustavo Henrique (Gabriel Noga), Natan e Filipe Luís; Thiago Maia (William Arão), Gerson e Éverton Ribeiro (Lincoln); Vitinho (Diego), Bruno Henrique e Pedro (Ramon). Técnico: Domènec Torrent.

GOLS – Éverton Ribeiro, aos 31 minutos do primeiro tempo. Vitinho, aos 7, Natan, aos 12, Gil, aos 18, Bruno Henrique, aos 26, e Diego, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Xavier, Otero, Luan e Camacho (Corinthians); Gérson, Filipe Luís, Bruno Henrique, Natan e Thiago Maia (Flamengo).

ÁRBITRO – Leandro Pedro Vuaden (RS).

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Neo Química Arena, em São Paulo (SP).

Fábio Hecico, especial para a AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário