Exterior e política empurram Ibovespa para baixo em dia de vencimento de opções

De Redação Estadão | 17 de fevereiro de 2021 | 13:57

Após abrir perto da estabilidade na retomada dos negócios depois do feriado que vigorou de segunda até as 13 horas desta Quarta-feira de Cinzas, o Ibovespa passou a renovar mínimas, perdendo os 119 mil pontos, em dia de vencimento de opções sobre o índice. Ao mesmo tempo, as bolsas americanas também aceleravam as perdas e as ações da Petrobras na B3 migravam para o terreno negativo. Investidores esperam a ata do Fed à tarde e, aqui, ruídos políticos estão no radar.

“Incomoda, pois existem questões importantes nessa situação. Primeiro, Lira presidente da Câmara, Arthur Lira vai parar pautas importantes para tratar da prisão de um parlamentar, que parece que virou prioridade”, afirma o estrategista-chefe do Grupo Laatus, Jefferson Laatus. Outro ponto, acrescenta o estrategista, o presidente da Casa, que convocou reunião extraordinária da mesa para esta tarde e, na sequência, o colégio de líderes, para tratar da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), precisa ter muito “tato” ao avaliar o assunto.

“O Lira tem dois processos no STF é réu por corrupção em duas ações”, cita o estrategista. Além disso, o estrategista ressalta ausência de manifestação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o assunto. “Isso pode indicar omissão perante seus aliados e, caso de manifeste, arrumar problemas”, avalia.

Para o economista-chefe do banco digital ModalMais, Álvaro Bandeita, a reunião convocada por Lira pode atrapalhar pois desvia a pauta econômica. “Tem tanta coisa para discutir e votar, como o orçamento, o decreto do ICMS, as pautas de reformas… Certamente atrapalha porque muda um pouco o foco da agenda econômica para o lado político”, avalia.

O espalhamento da covid-19 e da nova cepa do vírus, assim como a falta de vacinas no País e ruídos políticos podem incomodar nesta quarta-feira. Na sexta-feira, o índice brasileiro subiu 0,11%, aos 119.428,72 pontos.

Nem mesmo dados fortes dos EUA animam os investidores. As vendas norte-americanas no varejo, que subiram 5,3% em janeiro ante dezembro, superando a média de estimativas de 1,2%. Já o índice de preços ao produtor teve alta de 1,3% no primeiro mês de 2021, acima da previsão de analistas de 0,4%. As bolsas norte-americanas e as europeias cediam. A produção industrial dos EUA também avançou.

“As vendas varejistas tiveram aumento forte surpreendente, reforçando que a economia está melhorando. Vemos normalização dos juros de dez, num indicativo de reflexo dessa percepção de retomada ou porque o Biden Joe Biden, presidente dos EUA vai jogar muito dinheiro na economia”, avalia o economista-chefe da Necton, André Perfeito. Investidores continuam no aguardo de avanço nas negociações nos EUA para a aprovação do pacote fiscal emergencial de US$ 1,9 trilhão.

Depois de subirem em meio a preocupações em relação a um rigoroso inverno que atinge o Texas, maior Estado produtor da commodity nos EUA, o petróleo testou queda, com o mercado avaliando notícias do setor. A Arábia Saudita planeja aumentar a produção da matéria-prima nos próximos meses, revertendo um grande corte recente em sua oferta.

As ações da Petrobras ainda repercutem informações envolvendo a questão dos preços dos combustíveis e a de que a Fitch reafirmou o rating BB- da companhia, com perspectiva negativa. Depois de ter enviado ao Congresso Nacional uma proposta que altera a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), imposto estadual, sobre combustíveis, na sexta, ontem, o presidente Jair Bolsonaro disse que haverá novidade “boa” sobre esses preços essa semana.

“Decretos do presidente sobre ICMS e ampliando acesso a armas e munições podem causar ruídos”, avalia Bandeira, em análise enviada a clientes e à imprensa. De acordo com ele, se o Ibovespa subir e ultrapassar os 120 mil pontos, pode “ficar muito bem”, nessa marca. Caso contrário, diz, se perder os 118 mil pontos, pode buscar os 115 mil pontos, citando ainda outros fatores que podem limitar alta do índice. “Na semana passada, tivemos dados de conjuntura fracos, há interrupções no processo de vacinação e cobrança de governadores sobre a disponibilidade de vacinas”, cita.

Às 13h43, os papéis da Petrobras cediam 0,70% (PN) e caíam 0,35% (ON). Já Vale ON tinha alta de 1,86%, enquanto CSN ON tinha elevação de 2,19%. Já Usiminas PNA subia 2,75%.

Em tempo: Eletromidia (ELMD3) e Orizon (ORVR3) estreiam hoje na B3 e, amanhã, CSN Mineração (CMIN3).

Maria Regina Silva
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.