Fed prevê retração de 6,5% para PIB dos EUA em 2020 e crescimento de 5,0% em 2021

De Redação Estadão | 10 de junho de 2020 | 15:39

A mediana das projeções do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos indica retração de 6,5% em 2020 e crescimento de 5,0% em 2021.

Para 2022, a previsão mediana de é alta de 3,5% no PIB. Já no longo prazo, os dirigentes do Fed projetam um avanço de 1,8% na atividade econômica dos EUA.

Em dezembro, antes da crise da covid-19, a mediana das projeções indicava crescimento de 2,0% do PIB em 2020; alta de 1,9% em 2021; avanço de 1,8% em 2022; e crescimento de 1,9% no longo prazo.

Desemprego

A mediana das projeções do Fed indica que a taxa de desemprego dos Estados Unidos deve ficar em 9,3% em 2020 e diminuir para 6,5% em 2021.

Para 2022, a previsão é de desemprego em 5,5%. Já no longo prazo, os dirigentes do Fed estimam uma taxa de desemprego de 4,1%.

Em dezembro, a mediana das projeções indicava taxa de desemprego de 3,5% em 2020; de 3,6% em 2021; de 3,7% em 2022; e de 4,4% no longo prazo.

Juros

Todos os 17 dirigentes do Federal Reserve veem a taxa dos Fed Funds na faixa atual, entre 0% e 0,25%, em 2020 e 2021.

Para 2022, 15 dirigentes veem os juros na mesma faixa, entre 0% e 0,25%. Apenas um dirigente vê a taxa dos Fed Funds entre 0,25% e 0,50% em 2022 e outro vê os juros entre 1,00% e 1,25% em 2022.

Dos 17 dirigentes, oito veem os juros em 2,50% no longo prazo; três veem a taxa em 2,25%; dois veem em os juros em 3,00%; um vê os juros em 2,00%; um vê as taxas em 2,75%; e um vê os Fed funds na faixa entre 2,25% e 2,50%.

André Marinho, Francine De Lorenzo, Gabriel Bueno da Costa e Iander Porcella
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário