Festival Verbo: Gentileza estimula traz cultura e acolhimento em meio a pandemia

De Redação Estadão | 25 de setembro de 2020 | 12:40

O Festival Verbo: Gentileza será totalmente digital em 2020 por causa da pandemia de covid-19. O objetivo é promover uma convivência mais acolhedora e gentil em grandes centros urbanos. Entre os dias 25 e 27 de setembro, o evento, totalmente gratuito, poderá ser acessado pelo site.

Serão shows instrumentais, performances, cozinha afetiva, galeria de arte. Destaque para as apresentações de Yamí, duo com o violoncelista italiano Federico Puppi e o percussionista baiano Marco Lobo, Nath Rodrigues e Babadan Banda de Rua.

Uma sala de acolhimento, Catarse Coletiva – Rir e Chorar com Castello e Lôu, traz um comediante e um artista, recebendo o público, entendendo as angústias da quarentena e provocando gargalhadas.

O público também poderá conferir uma conversa entre os curadores do projeto #ArteSalva_Arte & Cidade, com Bernardo Biagioni, Ju Flores (Cura), Marjorie Yamagut e Binho Barreto. E roda de histórias com o escritor Maurício Meirelles, autor de Birigüi. Além disso, o público encontra na programação ioga, contação de histórias e painéis sobre saúde mental, marcas, negócios, cidades, economia e futuros gentis.

“Traremos diversos temas, mas a gentileza está presente em todos eles. Porque a gente se cura pela arte, ioga, meditação, na cozinha afetiva. Também nos curamos pensando em uma cidade mais gentil, debatendo sobre novas ideias de mercado, abrindo espaço para o diálogo. Acreditamos que a gentileza cura e queremos fazer um festival inspirador. Um respiro para oxigenar as ideias, seguir em frente e acreditar que é possível. Transformar-se e transformar o mundo”, afirma Patrícia Tavares, idealizadora do projeto.

A co-criadora e curadora do Festival Verbo: Gentileza 2020, Erlana Castro, ressalta que será um fim de semana para “respirar e inspirar”. “A humanidade está no momento e na propriedade de reinventar o futuro e a nossa ideia fixa é que a vida não pode ser ‘reimaginada’ sem a gentileza num lugar central. Mas não pensamos na gentileza como etiqueta. Pensamos como ética, como linguagem universal da humanidade. Um código de convivência, colaboração e comunicação gentil – de gente para gente”.

SERVIÇO:

Festival Verbo: Gentileza 2020

Quando: De 25 a 27 de setembro

Inscrições no site

A programação é gratuita, com possibilidade de contribuições facultativas.

Camila Tuchlinski
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário