França tem o maior número de novos casos desde início da pandemia

De Redação Estadão | 3 de outubro de 2020 | 21:09

Em meio a uma segunda onda de contágio pela covid-19 em algumas regiões da Europa, a França registrou 16.972 novos casos da doença nas 24 horas até as 14h deste sábado (3), de acordo com a Agência Nacional de Saúde Pública. É o maior número de confirmações diárias no país desde o início da pandemia. Foram confirmadas 49 novas mortes causadas pela doença. No total, são 606.625 casos confirmados, e 32.198 mortes.

“Na França continental, a circulação do vírus segue em um nível alto”, afirma a Agência em comunicado. “Os números de novos casos e a incidência estão estáveis na comparação com a semana anterior. De toda forma, devido à saturação da capacidade de diagnóstico nos laboratórios de várias regiões, estes aumentos certamente estão sendo subestimados.”

O repique nos números da França acontece em um momento em que países vizinhos voltam a implementar medidas restritivas para conter o novo aumento nas confirmações de casos da doença. Na Espanha, outro país europeu que foi duramente atingido pela pandemia, um novo lockdown passou a valer neste sábado na capital, Madri. A medida é válida pelas próximas duas semanas. No Reino Unido, medidas semelhantes foram implementadas em cidades como Liverpool.

Nos Estados Unidos, também se vê uma tendência de aceleração dos casos no Estado de Nova York, que já foi o epicentro da doença no país. Hoje, o governo estadual anunciou que 1.731 casos foram confirmados ontem em meio a um recorde de realização de testes – foram 134.267 no total. As mortes foram bem mais baixas, seis ao todo, elevando o total no Estado a 25.505. Os casos chegam a 469.812.

“A pandemia não acabou. Continuamos a monitorar de perto os dados no Estado, aumentando nossa capacidade de testagem a novos recordes e mantendo um olhar especial às áreas mais problemáticas”, disse, em nota, o governador novaiorquino, Andrew Cuomo. Até o momento, mais de 11 milhões de testes já foram realizados no Estado de Nova York.

Em todo o mundo, são 37.782.404 casos confirmados da covid-19, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. O número de óbitos chega a 1.031.095. Em ambos os casos, os maiores números estão nos Estados Unidos.

Matheus Piovesana
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário