Fumagalli banca Vinícius Eutrópio e promete reforços para a Série B

De Redação Estadão | 31 de maio de 2019 | 16:15

Superintendente de futebol do Guarani, Fumagalli bancou a permanência de Vinícius Eutrópio no cargo de treinador ao menos até o duelo da próxima quinta-feira diante do Atlético Goianiense, no Estádio Antônio Accioly. O treinador vem sendo pressionado com a sequência de maus resultados da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro.

"Vinícius continua conosco. Tem feito um trabalho muito bom. Estou no dia a dia convivendo com ele, acompanhando o trabalho, mas os resultados não estão acontecendo.Ele ainda pode tirar algo do grupo. Vejo o empenho diário da comissão e elenco. A bola não está entrando. Temos de focar no Atlético-GO. Foi essa a conversa após o revés em casa. Não posso garantir nada do futuro. Jogadores têm de ter postura diferente e fazer algo mais", disse.

Fumagalli, porém, admitiu que a situação do Guarani é delicada. "A situação deixa o nosso torcedor, CA e diretoria preocupados. Esperávamos estar em condição melhor até em função dos jogadores que temos. Acredito que vamos melhorar. É necessário viver um dia de cada vez. Estamos trabalhando desde o fim do jogo do Brasil de Pelotas", falou.

O dirigente prometeu também reforçar o elenco para tirar o Guarani da zona de rebaixamento da Série B. Com aproveitamento de 27,8%, o time campineiro está na 18ª colocação, com cinco pontos. O Guarani soma três tropeços consecutivos: empate sem gols diante do Paraná, e derrotas para Criciúma (1 a 0) e Brasil de Pelotas (2 a 1).

"Vamos reforçar o time e fazer algumas trocas, dentro da limitação financeira que todos conhecem. Estamos trabalhando para sair desta situação o mais rápido possível para evitar tantas trocas de treinadores como nos últimos anos. O trabalho do Eutrópio é muito bom e produtivo", finalizou.