Gabriel Menino festeja convocação de Tite: 'Estou vivendo momento muito especial'

De Redação Estadão | 18 de setembro de 2020 | 14:32

O meia Gabriel Menino, do Palmeiras, comemorou nesta sexta-feira a convocação para integrar a seleção brasileira para a disputa dos dois primeiros jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Chamado como opção para a lateral direita, o atleta de 19 anos é a principal novidade para os compromissos diante de Bolívia e Peru e disse realizar um sonho. O novato dedicou a conquista pessoal aos profissionais do clube, em especial aos funcionários das categorias de base.

O jogador foi promovido neste ano da base para o profissional e tem acumulado façanhas. Titular do time do técnico Vanderlei Luxemburgo, foi campeão paulista com a equipe em agosto e nesta semana marcou o primeiro gol como profissional ao marcar na vitória por 2 a 1 sobre o Bolívar, em La Paz, pela Copa Libertadores.

“Estou vivendo um momento muito especial na minha carreira, conseguindo realizar os sonhos de chegar ao elenco profissional do Palmeiras, de ser aproveitado no time de cima e, agora, de ser convocado pela seleção brasileira”, disse o jogador.

Menino já teve a chance de participar da seleção brasileira nas categorias de base. No ano passado, participou do Sul-Americano Sub-20, fora ter integrado a equipe para outros amistosos e torneios. “Isso (a convocação) é fruto de muito esforço e muita dedicação. Agradeço a todos do Palmeiras, inclusive o pessoal da base, que foi fundamental na minha formação, e agradeço também a todos os meus companheiros e amigos do clube”, afirmou.

Após iniciar na base do Guarani, Menino foi captado pelo Palmeiras em 2017 e garantiu vários títulos nas categorias de base do clube. Desde as convocações de Dudu, em 2017 e 2019, o clube não tinha um jogador de linha chamado para integrar a seleção brasileira.

Além de Menino, o Palmeiras também comemorou a convocação do goleiro Weverton, que pela seleção brasileira conquistou o ouro olímpico em 2016 e tem acumulado também chamadas recorrentes. “Muito feliz em defender mais uma vez a camisa da seleção. É o sonho de qualquer jogador e, graças a Deus, com muito trabalho e empenho, o objetivo foi alcançado”, comentou.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário